Quadrilha rouba documentos para fazer empréstimos e comprar carros no Piauí

0
367

A Polícia Judiciária do Departamento de Trânsito do Piauí (Detran-PI) alerta que uma quadrilha está roubando documentos para falsificar e fazer empréstimos bancários. Esses empréstimos são usados principalmente na compra de veículos novos ou usados.  A Delegada Laura Monteiro disse que há pelo menos oito casos nessas condições sendo investigadas pelo órgão.

Na quinta (09), os agentes conseguiram apreender um dos veículos comprados irregularmente. A apreensão ocorreu na zona Norte de Teresina, próximo ao Ginásio Governador Dirceu Arcoverde, o Verdão.  A vítima foi uma senhora – que não teve o nome e a idade divulgada – que registrou um boletim de ocorrência no Detran-PI.  O veículo é um modelo Golf, cor preta, que está apreendido.

O agente policial Antônio Alves disse que o carro já estava sendo revendido para outras pessoas próximo ao Verdão, no momento da apreensão. “Uma senhora fez um boletim no Detran dizendo que teve todos os documentos roubados e descobriu que tinham sido falsificados. Toda a documentação foi clonada por essa quadrilha. Nós iniciamos as deligências e conseguimos localizar o carro”, disse Antônio.

A delegada Laura Monteiro já ouviu pelo menos quatro pessoas, inclusive o que estava de posse do veículo no momento da apreensão de ontem. Ela disse ainda que muitos casos desse tipo estão chegando na delegacia, principalmente depois que a Secretaria Estadual de Fazenda passou a colocar nos órgãos de proteção ao crédito as pessoas que estavam em débito com o  Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

“Essas casos estão chegando com certa frequência. Esses documentos que são perdidos ou roubados estão sendo falsificados para compra de veículos em feiras e concessionárias, e até mesmo para legalizar o veiculo no Detran.  Antes de ontem quando estávamos registrando um boletim, chegou outra pessoa relatando as mesmas circunstância. Geralmente, as pessoas descobrem após ver o seu nome no Serasa”, disse a delegada.

Laura Monteiro ressaltou que todas as pessoas ouvidas já foram liberadas. “A pessoa que estava de posse do veículo disse que havia comprado o veiculo de terceiros e estaria revendo. Ele inclusive disse o nome de outras pessoas. Todas as informações estão sendo investigadas”, acrescentou a delegada.

Orientação

A delegada orienta que qualquer pessoa que tenha seus documentos roubados registrem imediatamente um boletim de ocorrência na delegacia mais próxima e cancele os cartões.

“É importante o boletim até mesmo para que a vítima possa ter um registro oficial de que teve o documento usando de má fé por terceiros”, destacou a delegada.

Fonte: Cidade Verde

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Protected by WP Anti Spam