Jaicós e mais 6 municípios terão agências do Hemopi reformadas

0
392
FOTO: Reprodução

A doação de sangue vai ter mais um reforço com a reforma de sete agências transfusionais nos hospitais do interior do Estado. O anúncio foi feito no Dia Mundial do Doador de Sangue, pelo secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, que autorizou a ordem de serviço para início das obras.

Culminando as atividades comemorativas à data, o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi) preparou uma programação especial em Teresina, Picos, Parnaíba e Floriano, buscando sensibilizar à população sobre a importância da doação de sangue.

A doação é um ato solidário, que envolve doadores e também os colaboradores do Centro, como destacou Florentino. “O Hemopi faz um trabalho muito bem avaliado e ao contrário da maioria dos órgãos públicos, ele trabalha com a questão do voluntariado. E sabemos que não é fácil. É importante esse trabalho de sensibilização, de coordenar a captação e distribuição desse material tão valioso que é o sangue”, disse.

Para tornar a logística mais qualificada e valorizando o ato da doação, para que esteja mais perto dos pacientes, o secretário autorizou a reforma de sete agências transfusionais, contemplando as unidades de Valença, Fronteiras, Jaicós, Paulistana, Bom Jesus, Corrente e Uruçuí.  No total, serão investidos R$132.258,37, de recursos da União.

Especialmente no Dia do Doador, a casa estava cheia, que recebeu durante toda semana tanto os doadores fieis, como aqueles que foram a primeira vez, como o estudante Ian Mateus, da Escola Didácio Silva, localizada na zona sudeste de Teresina. Ele escolheu o dia 14 de junho para realizar a sua primeira doação de sangue. “Aproveitei a mobilização da escola que convidou os estudantes a vir hoje doar. Isso me motivou. Sem contar que eu e minha mãe já precisamos de sangue devido a um acidente e eu sempre tive esse desejo de retribuir”.

O diretor geral do Hemopi, Jurandir Martins Filho, ressalta que esse acolhimento é importante para que o doador se sinta motivado e também uma forma de estimular novas doações. “Esse movimento do Junho Vermelho vem para reforçar a importância de doar regulamente. Estamos nos aproximando de um período de férias onde as doações tendem a cair”.

Para doar é preciso ter entre 16 (com autorização) e 69 anos, pesar acima de 50 kg, estar em boas condições de saúde e portar documento de identidade oficial com foto.

FONTE:MEIO NORTE/ COM INFORMAÇÕES DA CCOM

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Protected by WP Anti Spam